Pra quem quiser me visitar....
  • Provence: o mercado de Saint-Rémy
  • A hora do chá no Le Meurice, em Paris
  • Berlim, de bocado em bocado
  • “Redefinindo Sustentabilidade”: Parabere Forum chega à terceira edição debatendo a igualdade de gênero na gastronomia
  • Lenha no fogão: comida e memória no sul de Minas Gerais
  • Fazenda do Serrote: refúgio na divisa entre Rio e Minas Gerais
  • Restaurante Roberta Sudbrack fecha as portas no Rio de Janeiro: o fim pode ser uma ponte?
  • Padaria da Esquina, a nova casa de Vitor Sobral em São Paulo: minhas impressões
  • The Slow Bakery, o café
Terça, 15 Setembro 2009

Kaá: lugar incrível, comida nem tanto

Uma porta discreta, na improvável Avenida Juscelino Kubitschek, abrindo-se para um ambiente de grande beleza: amplo espaço, espelho d’água na entrada, projeto que mistura muita madeira e muito verde (alguns milhares de espécies da Mata Atlântica), com detalhes de extremo bom gosto. Um escape perfeito ao ritmo frenético da cinzenta São Paulo.

Minha impressão primeira, à época da inauguração, foi a de que seria uma casa que valeria a visita mais pelo ambiente do que pela comida em si. Alguns meses se passaram, o chef Pascal Valero entrou em cena, e começaram a surgir elogios aqui e ali. Incluí o restaurante na minha lista, mas lamento informar que meu jantar no Kaá reproduziu fielmente aquela primeira impressão. 

A comida não chegou a decepcionar, mas também não entusiasmou. Mediana, não mais que isso. E sendo Paulo Barros um dos sócios da casa, esperava mais das massas, que vieram apenas corretas.

As sobremesas, essas sim, decepcionaram. Depois de comer o delicadíssimo mil folhas do Ici Bistrô no almoço daquele mesmo dia, não deu pra ir adiante no mil folhas de recheio pesado que chegou à mesa no Kaá. A versão do tiramisù não salvou a situação: a suposta mousse de caramelo com raspadinhas de café mais parecia um flan industrializado, tamanha a quantidade de gelatina.

Eu diria que é possível ser feliz no Kaá, desde que se vá com as intenções certas: uma refeição sem maiores pretensões, num lugar especialmente bonito e agradável. Nem mais, nem menos.

 

Kaá - Av. Juscelino Kubitschek 279 – Vila Olímpia
http:/www.kaarestaurante.com.br

Tags:
Deixe seu comentário:
© 2012 Pra quem quiser me visitar - Todos os direitos reservados - Design de Branca Escobar

Envie para um amigo:

*
*

Fale comigo:

*

Assinar Newsletter:

Remover email: