Pra quem quiser me visitar....
  • Provence: o mercado de Saint-Rémy
  • A hora do chá no Le Meurice, em Paris
  • Berlim, de bocado em bocado
  • “Redefinindo Sustentabilidade”: Parabere Forum chega à terceira edição debatendo a igualdade de gênero na gastronomia
  • Lenha no fogão: comida e memória no sul de Minas Gerais
  • Fazenda do Serrote: refúgio na divisa entre Rio e Minas Gerais
  • Restaurante Roberta Sudbrack fecha as portas no Rio de Janeiro: o fim pode ser uma ponte?
  • Padaria da Esquina, a nova casa de Vitor Sobral em São Paulo: minhas impressões
  • The Slow Bakery, o café
Segunda, 31 Agosto 2009

La Mar Cebichería: um almoço de altos e baixos

Contei aqui, há uns meses, sobre meu almoço no Astrid y Gastón de Buenos Aires, meu primeiro contato com a cozinha de Gastón Acurio, que me deixou muito bem impressionada. Queria mais. Assim que tive oportunidade, fui visitar a casa que o peruano abriu no Brasil, mais precisamente, em São Paulo: a La Mar Cebichería.

A filial paulistana da La Mar é um dos mais belos restaurantes onde estive ultimamente. A beleza do projeto arquitetônico é inegável.

Começamos com os chips de batata e banana, acompanhados de molhos de ervas e ají amarillo. Bom começo. Cumpriram a função de “divertir a boca”.

Seguimos com as entradas frias que, assim como aconteceu no meu almoço no Astrid y Gastón, achei superiores aos pratos quentes. Boa degustação de cebiches, embora o robalo não estivesse nos seus melhores dias. As causas (massa de batata cozida com pasta de ají amarillo) estavam deliciosas, especialmente a de manjuba crocante e a de pescada.

Os anticuchos (espetinhos) não agradaram tanto. Ao de Buri faltava sabor. O de polvo com chimichurri, além de sem sabor, estava excessivamente cozido.

As sobremesas elevaram o tom da refeição. Impecáveis. A versão de tiramisù, feita com lúcuma, frutinha peruana, era saborosa e delicada. O turrón de doce-de-leite, com espuma de gengibre e cubinhos de abacaxi caramelizado era dessas sobremesas que fazem a gente querer pedir bis.

Como sou da opinião de que uma boa sobremesa pode salvar uma refeição irregular, saí de lá feliz. Ainda assim, por ora, me pareceu que a La Mar paulistana ainda é mais forma do que conteúdo. Há que dar tempo à casa...

 

Cebichería La Mar – Rua Tabapuã 1410 – Itaim Bibi
http:/www.lamarcebicheria.com

Deixe seu comentário:
© 2012 Pra quem quiser me visitar - Todos os direitos reservados - Design de Branca Escobar

Envie para um amigo:

*
*

Fale comigo:

*

Assinar Newsletter:

Remover email: