Pra quem quiser me visitar....
  • Jiquitaia, em São Paulo: um jantar delicioso de fio a pavio
  • Kødbyens Fiskebar, em Copenhague
  • Relæ, em Copenhague: pequeno notável
  • Conceição Discos, o novo café de Talitha Barros em São Paulo
  • Du Pain et des Idées: minha padaria do coração em Paris
  • Nordisk Brødhus: meu melhor café da manhã em Copenhague
  • Lasai, a nova casa do chef Rafa Costa e Silva no Rio: exaltação da cozinha de produto
  • Duas vezes Frenchie: Frenchie to Go e Frenchie Bar à Vins
  • Copenhague em pequenos bocados
Quinta, 17 Julho 2014

Kødbyens Fiskebar, em Copenhague

Kødbyens Fiskebar

Um dos restaurantes mais interessantes por que passei em Copenhague, o Kødbyens Fiskebar está instalado numa área da cidade que vem se reinventando, o Vesterbro. O comércio de carne e as ruas escuras pontuadas por inferninhos vão dando lugar a galerias, bares e restaurantes. O Fiskebar é um dos símbolos dessa reinvenção. Encravado num estacionamento cercado de prédios antes ocupados por frigoríficos, tornou-se um dos endereços da moda na cena gastronômica local. A boa notícia é que a cozinha tem consistência pra sustentar a fama. Tive ali uma das minhas melhores refeições na cidade.

Kødbyens Fiskebar

O ambiente é informal, a equipe é jovem, a atmosfera, vibrante. No enxuto cardápio, as estrelas são peixes e frutos do mar, que surgem em preparações leves, atuais e muito bem executadas.

De tudo o que passou por minha mesa, só o pão não agradou. Não parecia fresco. No mais, foi um jantar sem senões. Delicioso, de fio a pavio.

Comecei com mexilhões, que estão entre as minhas predileções.

Kødbyens Fiskebar

Os soberbos nacos de king crab, com creme de limão, eram tenros, doces, sérios candidatos a melhor prato da noite.

Kødbyens Fiskebar

O fish and chips, feito com Gadus morhua defumado, foi dos mais gostosos que já experimentei.

Kødbyens Fiskebar

O desfecho veio com uma sobremesa primaveril, extremamente delicada e cheia de frescor: biscoito embebido em calda de ruibarbo e aquavit, pedaços de ruibarbo (que surgia, ainda, na forma de geleia), sorvete de iogurte, mousse de cumaru e crumble.

Kødbyens Fiskebar

Saí dali com a sensação de que poderia começar tudo outra vez.

 

Kødbyens Fiskebar – Flæsketorvet 100

fiskebaren.dk/

Segunda, 07 Julho 2014

Du Pain et des Idées: minha padaria do coração em Paris

Du Pain et des Idées Paris

Um dos fatores determinantes na escolha de onde me hospedar em Paris é a proximidade de algum endereço que me fale ao estômago. O mercado favorito, o restaurante de estimação, a pâtisserie predileta.  Assim, vou esquadrinhando a cidade segundo caminhos que, se nem sempre levam ao monumento mais visitado ou ao parque mais famoso, me permitem saciar outras fomes.

A fome que me guiou na última visita, mais uma vez, tinha destino certo. Embora sempre tenha adorado o Canal Saint-Martin, o que me fez elegê-lo como morada nessa recente passagem pela cidade não foi a beleza ou a vibração do lugar, mas o fato de abrigar no seu entorno aquela que talvez seja a padaria mais incrível de Paris: Du Pain et des Idées.

Du Pain et des Idées Paris

A boulangerie de Christophe Vasseur ocupa um lindo imóvel do século XIX, onde se tem a sensação de que o tempo parou. O que se produz ali também parece resistir ao ritmo moderno, que dita essa estranha necessidade de que tudo fermente cada vez mais rápido – de pães a relacionamentos. Vasseur e sua equipe sabem que as melhores obras demandam tempo.

Some-se a essa sabedoria matéria-prima de qualidade superior, extremo zelo na escolha de cada ingrediente – da farinha à manteiga, passando pela água utilizada no processo de elaboração dos pães – e o resultado é uma padaria como poucas.

Du Pain et des Idées Paris

A feliz escolha de me instalar a poucos passos dali me garantiu manhãs memoráveis na companhia de croissants e pains au chocolat perfeitos, das infinitas camadas de massa folhada dos famosos escargots, da melhor tarte aux pommes da minha curta jornada e, claro, de muitas fatias de seu cultuado pain des amis.   

Du Pain et des Idées

Du Pain et des Idées

Du Pain et des Idées

Du Pain et des Idées

Numa delas, mal tinha me acomodado à mesa na entrada da casa, desabou uma chuva que prometia estragar todos os planos que havíamos feito pras horas seguintes. Uma satisfação inconfessa se instalou imediatamente em mim. No fundo, eu não queria mesmo sair dali. E a verdade é que aquela manhã de planos frustrados, remediados com excessivas doses de farinha e manteiga, acabou se tornando uma das melhores lembranças da viagem.

 

Du Pain et des Idées – 34 rue Yves Toudic

http://dupainetdesidees.com/

© 2012 Pra quem quiser me visitar - Todos os direitos reservados - Design de Branca Escobar

Envie para um amigo:

*
*

Fale comigo:

*

Assinar Newsletter:

Remover email: