Pra quem quiser me visitar....
  • Mercados no Peru: Surquillo, em Lima, e San Pedro, em Cusco
  • Tordesilhas: o Brasil de Mara Salles
  • Zécutivo, o almoço executivo do Attimo: das melhores relações custo-benefício em São Paulo
  • Senzo: a morada de Virgilio Martínez em Cusco
  • Restaurante O Paparico, no Porto
  • De volta ao Esquina Mocotó: a nova casa do chef Rodrigo Oliveira
  • De volta ao Arturito
  • O poético Mercado do Bolhão, no Porto
  • The White Rabbit, em Santiago
Sexta, 21 Fevereiro 2014

Mercados no Peru: Surquillo, em Lima, e San Pedro, em Cusco

Mercado de Surquillo

Quando contei aqui sobre minha recente viagem ao Peru, omiti um importante capítulo: os mercados. Perdoem a falta grave.

Na passagem por Lima, não havia como não programar uma visita ao famoso mercado de Surquillo. Uma beleza o colorido dos ajís e rocotos, das muitas frutas (chirimoya, lucuma, tumbo, pepinos) e das bancas de peixes e frutos do mar. Mercados são sempre uma boa forma de conhecer melhor a cultura de um lugar. O de Surquillo foi, além disso, uma oportunidade de me familiarizar um pouco com alguns alimentos estranhos ao meu repertório, com os quais eu inevitavelmente cruzaria nas mesas da cidade.

Mercado de Surquillo

Mercado de Surquillo

Mercado de Surquillo

Mercado de Surquillo

Mercado de Surquillo

Mercado de Surquillo

Mercado de Surquillo

Mercado de Surquillo

Já em Cusco, tomei o rumo do Mercado Central de San Pedro, que, de algum modo, me remeteu ao espírito do Mercado Ver-o-Peso, em Belém do Pará. Não espere grande organização e assepsia. É meio desordenado, nem tudo é limpo, mas a vida fluindo entre suas bancas faz daquela uma bagunça boa de testemunhar – exatamente o que sinto quando estou no famoso mercado de Belém.

Mercado Central de San Pedro

Além de uma infinidade de tipos de milhos, grãos e batatas, há muitas bancas de frutas, onde se pode pedir um suco batido na hora, como eu fiz. Sem falar nas seções de carnes, que são uma verdadeira aula de anatomia de aves e suínos.

Mercado Central de San Pedro

Mercado Central de San Pedro

Mercado Central de San Pedro

Mercado Central de San Pedro

Mercado Central de San Pedro

Mercado Central de San Pedro

Mercado Central de San Pedro

Achei particularmente interessantes os tipos das vendedoras: suas tranças, seus chapéus, as roupas coloridas. Aliás, os trajes das mulheres na região de Cusco, mesmo as mais humildes, conferem a elas uma beleza e uma elegância muito peculiares.

Mercado Central de San Pedro

Mercado Central de San Pedro

Mercado Central de San Pedro

Mercado Central de San Pedro

Mesmo que você não seja aficionado por comida, eu diria que uma visita ao Mercado Central de San Pedro é programa fundamental se estiver de passagem por Cusco.

 

Mercado nº1 de Surquillo - Avenida Paseo de la Republica
(próximo ao cruzamento com Ricardo Palma) - Lima

Mercado Central de San Pedro – Calle Cascaparo s/n - Cusco

Terça, 18 Fevereiro 2014

Senzo: a morada de Virgilio Martínez em Cusco

Senzo Cuzco

No restaurante do hotel Palacio Nazarenas, edifício histórico situado numa das mais belas praças de Cusco, o chef Virgilio Martínez, do celebrado restaurante Central, em Lima, dedica-se a investigar ingredientes do Valle Sagrado e explorar suas possibilidades. Se a premissa de catalogação e experimentação não se distancia de sua proposta na capital, a morada cusquenha revela evidente propósito de conexão mais estreita com a região em que se encontra. Quanto à abordagem da cozinha, em quase nada me pareceu se assemelhar às complexas concepções de pratos e inspiradas soluções estéticas que o chef exibe em seu primeiro restaurante. Ao menos, no horário de almoço, quando não há a opção de menu degustação.

Senzo Cuzco

No silêncio cortante de um salão absolutamente vazio, comandado por serviço um tanto formal, iniciamos o percurso com um couvert que trazia mousse de tarwi, manteiga, sal de Maras e cacau, ao lado de pães que não eram maus, mas ficaram aquém da expectativa - não havia como evitá-la diante da lembrança dos excelentes pães que nos foram servidos no Central.

Senzo Cuzco

A boa salada “Punto 0” trazia alface, quinoa negra, milhos tostados, pedacinhos de bacon, tomates e cebolas crocantes.

Senzo Cuzco

Em seguida, uma gostosa entrada que combinava batatas secas ao sol com queijo andino, ají amarillo e flor de abobrinha.

Senzo Cuzco

A refeição subiu um tom com a alpaca defumada com palo santo. Ponto perfeito, carne saborosa. O arroz de choclo que nos foi recomendado como acompanhamento não era digno de nota.

Senzo Cuzco

Seguimos na ascendente com a sobremesa: nacos de chirimoya, levíssimo doce de leite, pedacinhos de ameixas, chia hidratada e papel arroz. Deu vontade de pedir bis.

Senzo Cuzco

Ao fim e ao cabo, ficou-me a impressão de uma cozinha que, se não decepciona, também não entusiasma. Um bom restaurante, que, no entanto, não me pareceu valer o que custa nem sustentar o prestígio que o nome do chef lhe confere.

 

Senzo - Palacio Nazarenas - Plaza Nazarenas 144 – Cuzco

http://www.palacionazarenas.com/web/onaz/cuzco_restaurant.jsp

© 2012 Pra quem quiser me visitar - Todos os direitos reservados - Design de Branca Escobar

Envie para um amigo:

*
*

Fale comigo:

*

Assinar Newsletter:

Remover email: