Pra quem quiser me visitar....
  • Osteria dell’Arco e Osteria del Boccondivino: eu achava que sabia o que era uma panna cotta
  • La Guapa, a casa de empanadas da chef Paola Carosella
  • A primeira edição brasileira do Guia Michelin: minhas impressões
  • Guido Ristorante, em Serralunga d'Alba
  • Comedoria Gonzales
  • Taberna da Esquina: o gosto da memória
  • Osteria da Gemma, em Roddino: minha introdução à cozinha piemontesa
  • Junta Local
  • "Pão ou pães é questão de opiniães"
Quarta, 26 Agosto 2015

Sébastien Gaudard, um dos melhores pâtissiers em atuação em Paris

Sébastien Gaudard

Numa cidade com tantos chefs pâtissiers talentosos, é difícil eleger os que mais se distinguem sem correr o risco de omitir alguém injustamente. Mas eu diria que em qualquer seleção haveria lugar pra Sébastien Gaudard entre os melhores.

Eu conhecia superficialmente sua loja na rue des Martyrs. Foi no novo endereço, na rue des Pyramides, que pude observar melhor seu trabalho. Embora, esteticamente, Gaudard não adote uma linguagem moderna, sua abordagem dos clássicos da confeitaria francesa é absolutamente atual, o que se percebe na leveza e no equilíbrio que confere a muitas das receitas executadas.

Sébastien Gaudard

A atordoante vitrine torna árdua a escolha. Acabei preterindo alguns favoritos, como Paris-Brest e Mont Blanc, pra experimentar as tortas de frutas da casa, famosas por delicadeza e frescor. Comi uma boa torta de maçã, mas o que me marcou a memória foi a bourdaloue (pera com amêndoas), que felizmente estava na lista das tartes du jour quando estive lá. Era primavera e os morangos roubavam a cena, mas a bourdaloue está entre as minhas predileções, não pude resistir. A massa era morena, crocante, impecável; o recheio, sutil, pouco doce. Uma delícia.

Sébastien Gaudard

Sébastien Gaudard

No segundo andar da loja, há um salão de chá onde, além de toda a linha de pâtisseries, um enxuto cardápio entra em cena no almoço e no chá da tarde. Aristocrático demais pro meu gosto, mas isso se torna menos importante diante da qualidade do que se serve ali. Não podia deixar de provar o croque-monsieur, eleito o melhor da cidade pelo Le Figaro em 2015. A versão do pâtissier faz jus ao prêmio. Os nacos de presunto do Aveyron e comté AOC ganham a companhia de um bechamel bastante mais leve que o tradicional.

Sébastien Gaudard

Ainda levei pra viagem um choux caramelizado e deliciosas frutas confitadas.

Sébastien Gaudard

Sébastien Gaudard

Já na porta, ponderei voltar pra arrematar umas castanhas glaçadas e uns chocolates. Pelo bem da minha saúde financeira, saí sem olhar pra trás.

 

Sébastien Gaudard - 22 Rue des Martyrs - 9ème (loja) / 1 rue des Pyramides - 1er (loja e salão de chá)

http://www.sebastiengaudard.com/

Quinta, 06 Agosto 2015

Le Case della Saracca: minha morada no Piemonte

Le Case della Saracca

De um lado, vislumbrava o caminho que conduz ao belíssimo anfiteatro na parte mais alta da aldeia. De outro, a paisagem que, meses depois, ainda parece colada à minha retina: vinhedos a perder de vista, emoldurados ao longe pelos Alpes. Na chegada ao B&B Le Case della Saracca, uma construção medieval no centro histórico de Monforte d’Alba, eu não tinha dúvida de estar num canto do planeta onde as obras do homem e da natureza são superlativas.

Le Case della Saracca

Le Case della Saracca

Quem opta por se hospedar ali abre mão de alguns confortos típicos de hotéis, mas as compensações não são poucas. Não há TV nos quartos e o sinal de Internet é temperamental, mas, diante da impressionante edificação em pedra, do belo mobiliário e das poéticas janelas e varandas abertas pro vilarejo, quem precisa desses aparatos?

Le Case della Saracca

Le Case della Saracca

Le Case della Saracca

Os quartos são, na verdade, um anexo do bar comandado pelo proprietário do lugar, que soube modernizar o imóvel sem descaracterizá-lo.  O espaço intimista me pareceu ideal pra um aperitivo ao anoitecer.

Le Case della Saracca

Le Case della Saracca

Le Case della Saracca

Le Case della Saracca

A acompanhar a boa oferta de vinhos em taça, que vai além dos tintos que fazem a fama da região, uma seleção de queijos e charcutaria é oferecida pela casa. No cardápio, há uma gama maior de salames e presuntos, além de deliciosos exemplares da queijaria local e algumas opções de pratos.

Le Case della Saracca

Le Case della Saracca

Le Case della Saracca

Le Case della Saracca

Le Case della Saracca

Conforme a noite avançasse, era entregar-se ao dilema diário de escolher onde jantar, tendo a poucos minutos de distância lugares como Roddino e Serralunga d'Alba, que me proporcionaram minhas mais felizes refeições na temporada no Piemonte, como contei neste post e neste outro.

 A volta pra casa tinha sempre a companhia da neblina que invadia as ruas desertas de Monforte, dando a elas um ar ainda mais nostálgico. Era quase possível ouvir Nino Rota. Mas a trilha sonora imaginária logo se rendia ao silêncio profundo que embalaria nosso sono.

Le Case della Saracca

Le Case della Saracca

Le Case dela Saracca – Via Camillo Benso Conte di Cavour, 5 - Monforte d’Alba

http://www.saracca.com/

 

 

© 2012 Pra quem quiser me visitar - Todos os direitos reservados - Design de Branca Escobar

Envie para um amigo:

*
*

Fale comigo:

*

Assinar Newsletter:

Remover email: