Pra quem quiser me visitar....
  • Aïoli no Bistrot du Paradou
  • “Redefinindo Sustentabilidade”: Parabere Forum chega à terceira edição debatendo a igualdade de gênero na gastronomia
  • Lenha no fogão: comida e memória no sul de Minas Gerais
  • A Casa do Porco Bar: Jefferson Rueda finalmente em casa
  • Restaurante Roberta Sudbrack fecha as portas no Rio de Janeiro: o fim pode ser uma ponte?
  • Padaria da Esquina, a nova casa de Vitor Sobral em São Paulo: minhas impressões
  • Provence: o mercado de Saint-Rémy
  • A hora do chá no Le Meurice, em Paris
  • Berlim, de bocado em bocado
Segunda, 15 Junho 2009

La Brigada X La Cabrera

Nos meus roteiros em Buenos Aires há sempre lugar para muitos bifes de chorizo. Em matéria de carne, desta vez, elegi duas casas de grande fama pra visitar: La Brigada, em San Telmo, e  La Cabrera, em Palermo.

Sobre o La Brigada já havia lido muitos comentários elogiosos, o que me gerou grande expectativa. E aí... Bem, está dado o primeiro passo pra se frustrar.

O lugar, lotado de locais e turistas, tem um jeitão de cantina antiga, um ar meio cafona, que acho, na verdade, divertido: entre as prateleiras, misturam-se garrafas de vinhos, bolas e camisas de futebol, e inúmeras fotos de jogadores famosos – a grande maioria do Maradona, claro. Mas, pra provar que os portenhos são bem mais amistosos que nós, ta lá uma foto do Pelé. Quando é que encontraríamos, num restaurante brasileiro, uma foto do Maradona?

Voltando ao que interessa, os bifes de chorizo chegaram absolutamente macios e suculentos, o que o garçom fez questão de deixar bem claro, cortando-os sem usar a faca, mas apenas um garfo e uma colher. Agora, o resto... Bem, todo o resto estava bastante decepcionante. Os pães do couvert, além de ruins, estavam frios. As linguiças (que falta faz o trema) e demais embutidos não disseram muita coisa. As batatas à provençal, que acompanhavam as carnes, melhor nem comentar. Nem preciso dizer que dispensei a sobremesa... Alguém pode argumentar: mas o lugar não é pra comer carne? Tudo bem, mas, pra mim, isso não justifica o descuido com tudo mais.

Mais feliz foi meu jantar no La Cabrera. O ambiente é agradável. Nas paredes, telas, cardápios e objetos antigos, além dos pratos anunciados num quadro-negro.

Os cortes de carne chegam à mesa suculentos, servidos em grandes tábuas de madeira, escoltados por uma infinidade de guarnições, algumas excelentes, outras nem tanto: alhos assados, pimentões, batatinhas, berinjelas, feijões brancos com pesto...

No balanço final, comi melhor no La Cabrera que no mítico La Brigada.

 

La Brigada - Estados Unidos 465 – San Telmo

www.labrigada.com

La Cabrera - Cabrera 5099 - Palermo

www.parrillalacabrera.com.ar

Deixe seu comentário:
© 2012 Pra quem quiser me visitar - Todos os direitos reservados - Design de Branca Escobar

Envie para um amigo:

*
*

Fale comigo:

*

Assinar Newsletter:

Remover email: