Pra quem quiser me visitar....
  • Provence: o mercado de Saint-Rémy
  • A hora do chá no Le Meurice, em Paris
  • Berlim, de bocado em bocado
  • “Redefinindo Sustentabilidade”: Parabere Forum chega à terceira edição debatendo a igualdade de gênero na gastronomia
  • Lenha no fogão: comida e memória no sul de Minas Gerais
  • Fazenda do Serrote: refúgio na divisa entre Rio e Minas Gerais
  • Restaurante Roberta Sudbrack fecha as portas no Rio de Janeiro: o fim pode ser uma ponte?
  • Padaria da Esquina, a nova casa de Vitor Sobral em São Paulo: minhas impressões
  • The Slow Bakery, o café
Terça, 18 Fevereiro 2014

Senzo: a morada de Virgilio Martínez em Cusco

Senzo Cuzco

No restaurante do hotel Palacio Nazarenas, edifício histórico situado numa das mais belas praças de Cusco, o chef Virgilio Martínez, do celebrado restaurante Central, em Lima, dedica-se a investigar ingredientes do Valle Sagrado e explorar suas possibilidades. Se a premissa de catalogação e experimentação não se distancia de sua proposta na capital, a morada cusquenha revela evidente propósito de conexão mais estreita com a região em que se encontra. Quanto à abordagem da cozinha, em quase nada me pareceu se assemelhar às complexas concepções de pratos e inspiradas soluções estéticas que o chef exibe em seu primeiro restaurante. Ao menos, no horário de almoço, quando não há a opção de menu degustação.

Senzo Cuzco

No silêncio cortante de um salão absolutamente vazio, comandado por serviço um tanto formal, iniciamos o percurso com um couvert que trazia mousse de tarwi, manteiga, sal de Maras e cacau, ao lado de pães que não eram maus, mas ficaram aquém da expectativa - não havia como evitá-la diante da lembrança dos excelentes pães que nos foram servidos no Central.

Senzo Cuzco

A boa salada “Punto 0” trazia alface, quinoa negra, milhos tostados, pedacinhos de bacon, tomates e cebolas crocantes.

Senzo Cuzco

Em seguida, uma gostosa entrada que combinava batatas secas ao sol com queijo andino, ají amarillo e flor de abobrinha.

Senzo Cuzco

A refeição subiu um tom com a alpaca defumada com palo santo. Ponto perfeito, carne saborosa. O arroz de choclo que nos foi recomendado como acompanhamento não era digno de nota.

Senzo Cuzco

Seguimos na ascendente com a sobremesa: nacos de chirimoya, levíssimo doce de leite, pedacinhos de ameixas, chia hidratada e papel arroz. Deu vontade de pedir bis.

Senzo Cuzco

Ao fim e ao cabo, ficou-me a impressão de uma cozinha que, se não decepciona, também não entusiasma. Um bom restaurante, que, no entanto, não me pareceu valer o que custa nem sustentar o prestígio que o nome do chef lhe confere.

 

Senzo - Palacio Nazarenas - Plaza Nazarenas 144 – Cuzco

http://www.palacionazarenas.com/web/onaz/cuzco_restaurant.jsp

Deixe seu comentário:
© 2012 Pra quem quiser me visitar - Todos os direitos reservados - Design de Branca Escobar

Envie para um amigo:

*
*

Fale comigo:

*

Assinar Newsletter:

Remover email: